terça-feira, 4 de agosto de 2009

São Tomé das Letras - Lendas e Mitos....

Se disserem pra você “naquela cidade você vê E.T.´s, Óvnis, Gnomos e etc..” você iria até lá? Bem, essa é São Tomé das Letras, a mística cidade no sul de Minas Gerais, mais conhecida como Cidade de Pedras... foram 355km para ver o que esconde nessa cidade...mas fomos averiguar e nos divertir!
São Tomé esta a 1444 metros a cima do nível do mar, o céu é azul, venta muito, e tudo, tudo que se vê são pedras (sabe aquelas pedras de piscina?), para todos os lados, nas ruas, muros, casas, calçadas, igrejas etc. Depois de hospedado, descansado da viagem, é hora de dar uma voltinha pelos arredores, para ver como são as pessoas (tinha certeza que não eram verdes, com olhos grandes ou iguais aquele do filme ET), mas queria ver o que eles tinham de diferente.
Vi nessas pessoas, rostos cansados, rostos sofridos, mas com aquele olhar de esperança e fé que a cada dia tudo pode mudar. Os homens da cidade trabalham na pedreira, assim, sendo a primeira maior fonte de renda, seguido pelo artesanato.
Andando pelas ruas, o que mais se vê, são ripes vendendo artesanatos, (brincos, dragões de durepox, chaveiros, bruxas e etc.), peças extramente ricas em detalhes e outras esculpidas com perfeição nas pedras. Após olhar o mapa de pontos turísticos, o escolhido foi a Pirâmide, localizada no parque municipal, essa pirâmide nada mais é do que uma construção de forma piramidal, com várias janelas que proporcionam o acesso a diversas constelações, posso dizer que é um tanto curioso, mas a beleza que rodeia este lugar nos deixar de boca aberta. Moradores, turistas e aventureiros, rs vão para o telhado da pirâmide para observar o nascer e o pôr-do-sol com uma visão de 360 graus.

Para mim, ficar sozinho em cima da pirâmide com a visão das montanhas, já tinha valido a pena, é curioso, mas o lugar realmente tem uma energia diferente da qual estamos acostumados onde moramos(SP),mas não sei explicar o que é, só sei que me senti muito bem. A cidade possui inúmeros pontos turísticos, ótimos restaurantes, feiras, lojas, etc...

Conheci muitas cachoeiras, entre elas a da Chuva, Véu de Noiva, Paredão, Da lua, fui também ao cruzeiro, uma enorme cruz no alto da montanha. Alguns lugares me agradaram muito, como o vale das borboletas (quando esta muito sol, você vai andando pelas trilhas e centenas de borboletas voam, seguindo você pelo caminho do Vale dos Gnomos. (Não vi nenhum, mas nessa altura da viagem, não duvidava de mais nada....

No dia seguinte, após um belo café da manha, fomos até a Ladeira do Amendoim, claro é uma ladeira, que é possível observar os carros ou quaisquer outros veículos, serem puxados para cima, contrariando totalmente a lei da gravidade (sem sacanagem, o MEU carro estava desligado e ninguém dentro, e ele subiu de ré). Não sei qual a explicação para isso, ilusão de ótica? Energia das pedras? (nativos) coisa de ET? Sei lá, só sei que eu vi...
A cidade possui inúmeras lendas, a do Chico Taquara, um curandeiro que vivia em uma gruta, a lenda do Cantagalo (uma cobra muito grande com bico e crista), dos corpos secos, a do diamante energético e uma que mais me chamou a atenção a Gruta do Carimbado (A gruta que leva a Machu Picchu). Essa gruta já despertou o interesse em muita gente, pesquisadores, geógrafos, historiadores e a mídia brasileira. Segundo um site da cidade, a A TV Manchete enviou uma equipe até a cidade para averiguar a gruta, porém eles não deram conta. Então a Rede Globo de Televisão com toda uma aparelhagem específica, técnicos e pesquisadores adentraram a gruta com a missão de chegar ao seu final, percorreram quase 15 quilômetros e não encontraram saída, o ar rarefeito e a alta temperatura do local, tornou o prosseguimento da expedição inviável. Até hoje, ninguém conseguiu alcançar maiores distâncias ou chegar a alguma conclusão sobre onde pode chegar o caminho subterrâneo.

Entrei na gruta e andei tranquilamente, pelo caminho inicial e isso reforça a teoria que a fenda foi feita por civilizações antigas e não seja obra da natureza. Acreditasse que civilizações místicas antigas como a dos Incas, teriam descoberto através de mapeamento astral, a cidade de São Thomé das Letras e desenvolveram uma passagem subterrânea para lá.

Em março deste ano fui para Machu Picchu, passando por Lima, Cuzco, e outras cidades e muitas ruínas... e por mais que esta seja apenas mais uma lenda (São Tomé das Letras), existe uma grande semelhança entre as construções Incas, as histórias e a cultura....

O aspecto místico e energético que ligam as cidades de Machu Picchu e São Thomé das Letras não é capaz de resumir todas as interações e compilações existentes nestes locais que refletem o mais antigo dos rituais humanos, o culto aos deuses e à natureza. Mas tudo isto é um mistério que certamente, nunca será revelado, cabendo a nós, aceita-lo ou não.
Tenho em meus arquivos informação para uma postagem relacionada esta, uma pequena cidade chamada IGATU, um distrito de Andaraí (fica dentro da Chapada Diamantina) e lá, todos a conhecem como IGATU PICHU ou Machu Picchu baiana... o que acham de compararmos as três cidades? Aguardem!

Renato Nunes

Cometi uma falha.. nao coloquei a fonte!
Sorry! 

6 comentários:

  1. Adorei!
    Estava procurando um roteiro de coisas boas em São Tomé e seu post acaba de me ajudar pra caramba!
    15km e não chegaram ao final? o.o"
    Tenso.
    Super legal o post. Desculpa incomodar, hein.
    Abraços
    Boas viagens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é nenhum incomodo! Que bom que ajudou ! rsrs
      Boas aventuras

      Excluir
  2. Ao menos cite a fonte...
    http://www.visitesaothome.com.br/index.php?q=lendas&url=lenda_sao_thome

    ResponderExcluir
  3. Eu fui em São Tomé,imagina se uma pessoa viesse de Machu Picchu e outra de São Tomé e elas se encontrassem no meio da gruta GIGANTE (a gruta do Carimabado), eua acho que essa gruta foi obra da natureza sim >.<

    ResponderExcluir
  4. Me diz como é a lenda do Diamante Energetico por favor???

    ResponderExcluir